quarta-feira, 4 de novembro de 2009

1º Encontro Nacional de Técnicos que enquadram as pessoas com deficiência no desenvolvimento do seu processo artístico

A Associação Nacional de Arte e Criatividade de e para Pessoas com Deficiência, ANACED, Instituição Particular de Solidariedade Social que promove anualmente iniciativas de inclusão que dão visibilidade às reais potencialidades das pessoas com deficiência e que visam contribuir para o alcance de uma sociedade na qual todos se sintam respeitados e reconhecidos nas suas diferenças, organiza no próximo dia 19 de Novembro, no Auditório da Companhia Farmacêutica GlaxoSmithKline, sito na Rua Dr. António Loureiro Borges, n.º 3, Arquiparque – Miraflores, o EN’Arte – 1º Encontro Nacional de Técnicos que enquadram as pessoas com deficiência no desenvolvimento do seu processo artístico.

O objectivo é proporcionar um espaço de partilha, debate e reflexão sobre as estratégias, métodos e técnicas utilizadas pelos referidos técnicos, enquanto instrumentos para o desenvolvimento emocional, social e intelectual das pessoas com deficiência e para a visibilidade da sua criação artística junto dos diferentes públicos, tendo em vista a sua inclusão social.

Neste sentido, vimos por este meio convidá-lo (a) a participar neste Encontro, e a enriquecê-lo com o seu contributo. Para tal enviamos o Programa em anexo.
As inscrições são gratuitas e devem ser efectuadas através do preenchimento da Ficha em anexo.
As mesmas serão aceites por ordem de chegada até ao limite máximo de capacidade do auditório e só serão consideradas válidas depois de confirmadas pela organização.
Data limite para a inscrição: 9 de Novembro
Com os melhores cumprimentos,

Pela organização
Cristina Fontes

Programa:
9h00 Recepção aos Participantes e entrega de documentação

9h30 SESSÃO DE ABERTURA
Representante do Governo *
Alexandra Pimenta
Directora do Instituto Nacional para a Reabilitação
Inês d’Orey
Presidente da ANACED
Miguel Guilherme
Encenador e Actor

10h00 ABERTURA DOS TRABALHOS
PAINEL ARTES PLÁSTICAS
Daniela Lisboa Gomes
Professora de Expressão Plástica da CERCICA
Desenvolvimento e Integração na Deficiência Mental
Sílvia Maria Garcia Perloiro
Coordenadora da Oficina de Expressão Plástica da APPDA de Lisboa
Toolkit – Ferramenta de Trabalho para Pessoas com Autismo
Vítor Pi e Conchita Feijó
Coordenadores do Ligarte – Atelier de Artes Plásticas da Fundação LIGA
LIGARTE | Atelier – 15 Anos na Criatividade

11h00 INTERVALO

11h30 PAINEL TEATRO
Francisco Brás
Actor e Encenador do Grupo CRINABEL Teatro
Do Teatro da Diferença, à Diferença do Teatro
PAINEL MÚSICA
Paulo Ramos Jacob
Professor e Musicoterapeuta na APCC
A Intervenção Musical na APCC
Zélia Marques, Miguel Cruz e Tiago Soares
Professores e Técnico de Música da CERCIAG
ZABUMBAR
PAINEL DANÇA
Sara Espírito Santo e Ana Isabel Dias
Técnicas Responsáveis pelo Grupo de Dança Inclusiva Korpus da Cooperativa de S. Pedro
Residências Artísticas Korpus 2009
Rafael Alvarez e Carla Ribeiro
Coordenador Artístico e Professora de Dança Inclusiva do Plural | Núcleo de Dança
Contemporânea – Fundação Liga
Identidade e Criação Artística

13h00 ALMOÇO LIVRE

14h30 GRUPO DE TRABALHO 1 | ARTES PLÁSTICAS
Moderador: Leonor Coutinho
Artista Plástica
GRUPO DE TRABALHO 2 | DANÇA
Moderador: Inês d’ Orey
Presidente da ANACED e Mestre em Relações Interculturais
GRUPO DE TRABALHO 3 | MÚSICA
Moderador: Ana Teresa Nascimento
Professora Doutora em Educação Especial
GRUPO DE TRABALHO 4 | TEATRO
Moderador: Adalberto Fernandes
Técnico Superior do Instituto Nacional para a Reabilitação

16h30 APRESENTAÇÃO DOS RESULTADOS DOS GRUPOS DE TRABALHO
DEBATE

18h00 ENCERRAMENTO DO ENCONTRO

Mais informação:
Telefone 213636836
E-mail anaced@net.sapo.pt

1 comentário:

  1. Sancionada lei federal que desonera produtos para pessoas com deficiência

    O deputado Otavio Leite (PSDB-RJ) conseguiu aprovar na Lei 12.058/09, pubicada no Diário Oficial da União desta quarta-feira (14/10), uma emenda reduzindo a zero a alíquota do PIS/PASEP e da Cofins incidente na importação ou na venda no mercado interno de cadeiras de rodas, próteses, almofadas para prevenir escaras (usadas em hospitais) e plataformas elevatórias (para facilitar o acesso de cadeiras de rodas).
    O objetivo é reduzir o preço dos artigos para o consumidor final, que normalmente já arca com outras despesas médicas. Para o deputado, a redução nos impostos e tributos representa uma melhora na qualidade de vida dos brasileiros que possuem algum tipo de deficiência.
    “Por linhas tortas vamos escrever direito uma decisão da maior relevância em relação a um conjunto de brasileiros e brasileiras com algum tipo de deficiência física, auditiva, visual e/ou intelectual, que somam 15% da população. É um avanço e nós vamos fazer com que milhares de deficientes possam comprar produtos mais baratos para o bem de suas vidas”, afirmou.

    Veja trecho da redação oficial da Lei 12.058/09:

    Art. 42. Os arts. 8o e 28 da Lei no 10.865, de 30 de abril de 2004, passam a vigorar com a seguinte redação:
    “Art. 8º ...........................................................
    § 12. ...........................................................
    XVIII - produtos classificados na posição 87.13 da Nomenclatura Comum do Mercosul - NCM;
    XIX - artigos e aparelhos ortopédicos ou para fraturas classificados no código 90.21.10 da NCM;
    XX - artigos e aparelhos de próteses classificados no código 90.21.3 da NCM;
    XXI - almofadas antiescaras classificadas nos Capítulos 39, 40, 63 e 94 da NCM.
    § 13. O Poder Executivo poderá regulamentar:
    .............................................................................................
    II - a utilização do benefício da alíquota 0 (zero) de que tratam os incisos I a VII e XVIII a XXI do § 12 deste artigo.
    ...................................................................................” (NR)
    “Art. 28. ...........................................................
    XV - artigos e aparelhos ortopédicos ou para fraturas classificados no código 90.21.10 da NCM;
    XVI - artigos e aparelhos de próteses classificados no código 90.21.3 da NCM;
    XVII - almofadas antiescaras classificadas nos Capítulos 39, 40, 63 e 94 da NCM.
    Parágrafo único. O Poder Executivo poderá regulamentar o disposto nos incisos IV, X, XIII e XIV a XVII do caput deste artigo.”
    http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_Ato2007-2010/2009/Lei/L12058.htm

    ResponderEliminar